Alexander Demianchuk/Reuters
Alexander Demianchuk/Reuters

Michel Platini diz que Uefa pode acabar com a disputa da Liga Europa

Presidente da entidade revelou que há um debate sobre acabar com o torneio em 2015

AE-AP, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 11h53

PARIS - O presidente da Uefa, Michel Platini, admitiu nesta quarta-feira que a entidade pode acabar com a disputa da Liga Europa, segunda competição mais importante do continente. Segundo ele, a tendência é ampliar a Liga dos Campeões da Europa, torneio mais popular e objeto de desejo dos principais clubes europeus, que passaria a ter 64 clubes.

Em entrevista ao jornal francês Ouest-France, Platini revelou que há um "debate em andamento" sobre esta possibilidade a partir de 2015. A mudança entraria no próximo contrato de transmissão de TV, que duraria até 2018. "Estamos discutindo isso. Vamos tomar uma decisão em 2014", comentou o presidente da Uefa.

Um dos principais motivos para a extinção da Liga Europa seria financeiro. O torneio arrecada apenas um sexto em relação ao valor de 1,34 bilhão de euros (cerca de R$ 3,5 bilhões) da Liga dos Campeões. A maior parte desta quantia é dividida entre os 32 clubes que chegam à fase de grupos.

A Liga Europa também tem contra si o fato de contar com um formato de disputa mais complicado, que provou ser impopular com os clubes e a torcida. No entanto, seu fim não seria bem visto pela Associação de Clubes Europeus, a quem a Uefa tem que consultar antes de tomar a decisão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolUefaLiga EuropaMichel Platini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.