Oli Scarff/AFP
Oli Scarff/AFP

Mignolet minimiza críticas e se diz pronto para voltar ao Liverpool

Goleiro belga tenta retomar vaga de titular no time inglês depois de sucessivas falhas e ganha chance com a lesão de Brad Jones

Estadão Conteúdo

27 de dezembro de 2014 | 15h40

As seguidas falhas decisivas fizeram o belga Simon Mignolet perder a titularidade do Liverpool. Colocado no banco "por tempo indeterminado" pelo técnico Brendan Rodgers, o goleiro, no entanto, contou com o acaso para recuperar a posição, após a lesão de Brad Jones logo no início da vitória por 1 a 0 sobre o Burnley, na última sexta-feira.

Mesmo com esta volta inesperada e antes do previsto, Mignolet se disse pronto para ser novamente titular do Liverpool. "Eu apenas vou para as partidas quando elas aparecem. Eu trabalho duro e mantenho minha cabeça baixa como sempre fiz, nada mudou. Às vezes as coisas ficam difíceis, mas você ainda precisa encarar. Sou um cara positivo e tentarei encarar de novo."

Em seu primeiro desafio neste retorno à titularidade, Mignolet não sofreu gols, mas deu um susto na torcida após um recuo de Sakho. A insegurança dele, que gerou sua saída do time, foi assunto na Inglaterra nas últimas semanas. Brendan Rodgers disse não ter perdido a fé no belga, enquanto o goleiro do rival Everton, Tim Howard, chegou a opinar que a carreira de Mignolet no Liverpool poderia ter acabado.

O belga, no entanto, garantiu que nada disso passou por sua cabeça quando entrou em campo na sexta. "Você sempre precisa estar pronto quando está no banco. Quando você é o segundo goleiro, tudo pode acontecer no aquecimento, então eu me preparei normalmente. Ainda estava quente por causa do aquecimento, então isso ajudou. Tentei ficar relaxado. Não sou um cara que se afoba facilmente, então tentei focar no meu próprio jogo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.