Milan acerta patrocínio de US$68 milhões com Emirates, diz fonte

A companhia aérea Emirates, controlada pelo governo de Dubai, vai patrocinar o Milan a partir da próxima temporada em um acordo de quatro anos pelo valor aproximado de 50 milhões de euros (68,31 milhões de dólares), informou uma fonte próxima do clube italiano nesta segunda-feira.

ANTONELLA CIANCIO, REUTERS

08 de fevereiro de 2010 | 19h50

A maior companhia aérea do mundo árabe, que também patrocina o estádio do Arsenal, vai substituir o grupo online de apostas da Áustria bwin como patrocinador da camisa do Milan de julho de 2010 a junho de 2014.

O acordo, a ser anunciado em Milão "nos próximos dias" com a presença de dirigentes, não inclui a venda de uma participação no Milan.

Entretanto, a fonte acrescentou que mais investimentos no clube sete vezes campeão europeu e comandado pelo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi podem ser considerados dependendo do sucesso comercial da parceria.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTPATROCINIOMILAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.