Milan ainda acredita que pode ter Ronaldinho Gaúcho em 2008

Clube pode oferecer R$ 153 milhões para formar a dupla da seleção, com Kaká e o craque do Barça

26 de outubro de 2007 | 10h37

A novela continua. O Milan ainda não desistiu do meia-atacante Ronaldinho. Pelo menos é o que alguns jornais espanhóis e italianos afirmam nesta sexta-feira, entre eles o Marca e o La Gazzetta Dello Sport. Veja também: Kaká diz que Ronaldinho sempre pergunta sobre o Milan Segundo as publicações, o clube milanês voltará a assediar o craque do Barcelona na abertura do mercado de transferências de inverno na Europa, em janeiro de 2008. E a proposta giraria em torno de 60 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões).  O próprio Ronaldinho já falou várias vezes que pretende continuar no clube catalão, mas seu irmão e empresário Assis, age de forma diferente, fazendo constante pressão na diretoria do Barça para que o contrato do meia-atacante brasileiro seja 'melhorado', e já foi visto em encontros com representantes do Milan algumas vezes neste ano. Silvio Berlusconi, dono do clube de Milão não esconde que Ronaldinho é o seu maior sonho de consumo, mas o presidente do Barcelona, Joan Laporta, sempre esteve ao lado do craque, mesmo em uma época em que a torcida catalã começou a criticar o desempenho do brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Ronaldinho GaúchoMilanEC Bracelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.