Miguel Medina/AFP
Miguel Medina/AFP

Milan anuncia Stefano Pioli como novo técnico e revolta torcedores do clube

Fãs não receberam bem a notícia de um ex-técnico do rival, Inter de Milão, comandar a equipe e protestaram nas redes sociais

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2019 | 10h08

O Milan confirmou nesta quarta-feira Stefano Pioli como novo técnico da equipe. O treinador italiano de 53 anos, assinou por dois anos com o clube e irá substituir Marco Giampaolo, demitido após sete jogos no comando do time italiano. Esse foi a passagem mais curta de um treinador pelo Milan.

Pioli iniciou sua carreira como técnico em 1999 e sua primeira experiência na Série A foi no Parma, em 2006. Depois disso ele treinou outros clubes como, Chievo Verona, Palermo, Bolonha, Lazio e Inter de Milão, antes de se mudar para a Fiorentina em 2017.

O fato de ter comandado o clube rival, Inter de Milão, entre 2016 e 2017, foi motivo de revolta nas redes sociais dos torcedores do Milan, que colocaram a hastag #Pioliout como trending topics no Twitter nesta terça-feira, antes mesmo da apresentação oficial.

Os brasileiros devem se lembrar que durante a passagem de Pioli pela Inter, Gabigol, atual artilheiro do Brasileirão, teve poucas oportunidades no time italiano. 

Após deixar a Fiorentina, em abril deste ano, o treinador estava desempregado. Agora, vai tentar colocar o Milan de volta aos trilhos. O clube está na 13ª colocação da tabela da Série A, depois de perder quatro dos sete jogos que disputou no Campeonato Italiano, incluindo uma derrota para o rival Inter por 2 a 0.

O italiano deve estrear pelo Milan no próximo domingo, contra o Leece, em Milão.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.