Matteo Bazzi/AP
Matteo Bazzi/AP

Milan bate a Lazio em casa e soma terceira vitória seguida no Italiano

Com 34 pontos e na sétima colocação, equipe de Gennaro Gattuso entra na luta por uma vaga nas competições europeias

Estadão Conteúdo

28 Janeiro 2018 | 17h02

Ainda em busca de afirmação nesta temporada, o Milan conseguiu uma contundente vitória neste domingo, pela 22.ª rodada do Campeonato Italiano. A equipe de Gennaro Gattuso recebeu a Lazio e somou o terceiro triunfo seguido na competição, ao fazer 2 a 1, com gols de Cutrone e Calhanoglu. Marusic marcou o gol de honra dos romanos.

+Napoli supera Bologna e confirma liderança do Campeonato Italiano

Confira a tabela do Campeonato Italiano

O resultado levou o Milan a 34 pontos, na sétima colocação, na luta por uma vaga nas competições europeias da próximas temporada. Já a Lazio ocupa a terceira posição, com 46 pontos, e hoje estaria na Liga dos Campeões. Curiosamente, as duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, novamente em Milão, na abertura das semifinais da Copa da Itália.

O Milan praticamente definiu a vitória deste domingo no primeiro tempo, em que foi superior à Lazio e aproveitou as oportunidades para largar em vantagem. Aos 15 minutos, Calhanoglu cobrou falta pela esquerda e Cutrone apareceu completamente sozinho na pequena área para testar para a rede.

Apesar do domínio, o Milan levou um susto com o empate da Lazio quatro minutos mais tarde. O brasileiro Lucas Leiva deu ótima enfiada para Marusic na área. O lateral ainda teve calma para limpar o marcador antes de bater cruzado, sem chances para Donnarumma.

O Milan quase assustou novamente em cobrança de falta de Suso, rente ao travessão, mas foi Luis Alberto quem acertou a trave para a Lazio, aos 31. Aos 43, porém, o time da casa voltou à frente, outra vez pelo alto. Calábria cruzou da direita e Bonaventura subiu livre para marcar.

No segundo tempo, o Milan diminuiu o ritmo e passou a controlar o ritmo. A Lazio, inoperante, viu Lucas Leiva dar lugar ao também brasileiro Felipe Anderson, em tentativa de Simone Inzaghi de deixar o time mais ofensivo. Deu certo, e os romanos passaram a desperdiçar oportunidades.

O meia Milinkovic-Savic era o nome mais acionado. Aos 20, aproveitou grande jogada de Lulic pela esquerda, cortou a marcação e bateu firme, mas Romagnoli salvou quase em cima da linha. Dois minutos depois, recebeu cruzamento da esquerda e subiu bem, exigindo boa defesa de Donnarumma.

Aos 30 minutos, foi a vez de Felipe Anderson ser acionado em contra-ataque, mas o chute não saiu como o brasileiro esperava. Aos poucos, a Lazio foi dando demonstrações de cansaço e o Milan voltou a assustar nos contra-ataques. Mas a última grande chance foi mesmo dos romanos. Felipe Anderson fez boa jogada pela direita e cruzou para Lulic, que se atrapalhou ao tentar finalizar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.