Matteo Bazzi/EFE
Matteo Bazzi/EFE

Milan bate Crotone de virada no fim e sobe para 2º no Italiano

Com homenagem à Chapecoense, equipe de Milão ficou três pontos à frente da Roma, que enfrenta a Lazio na rodada

Estadão Conteúdo

04 de dezembro de 2016 | 11h59

Em mais um jogo marcado pelas homenagens à tragédia da Chapecoense, o Milan venceu o Crotone por 2 a 1, neste domingo, de virada, no estádio Giuseppe Meazza, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Italiano. O resultado levou o Milan à provisória vice-liderança da tabela.

O time chegou aos 32 pontos, quatro a menos que a líder Juventus. A posição é ameaçada por Roma (29) e Lazio (28), mas as duas equipes se enfrentam no dérbi da capital italiana neste domingo. Derrotado neste domingo, o Crotone amarga a vice-lanterna, com apenas seis pontos.

Antes de a bola rolar, as duas equipes entraram em campo com homenagens à Chapecoense no uniforme. Enquanto o Crotone usou tarjas pretas nos braços dos atletas e o escudo do time catarinense na braçadeira do capitão, o Milan estampou "Força, Chape" nas costas e o emblema da equipe brasileira na manga de todos os jogadores.

Além disso, faixas em português estavam visíveis nas arquibancadas e foi respeitado um minuto de silêncio, com a mesma mensagem de "Força, Chape" no telão, e os atletas misturados e abraçados no centro do gramado.

O JOGO

Após o apito inicial, o Crotone surpreendeu e abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo. Rohden recebeu lançamento na grande área, brigou com a zaga e rolou para Diego Falcinelli estufar as redes do Milan.

Ainda na primeira etapa, os donos da casa buscaram o empate. Aos 40, em cobrança de escanteio pelo lado direito, Paletta desviou na primeira trave para trás e Mario Pasalic apareceu na pequena área para escorar para o gol.

Já na segunda etapa, o Milan desperdiçou a primeira chance de virar o jogo aos sete minutos. Gianluca Lapadula foi tocado na área e a arbitragem viu pênalti, gerando reclamações do lado adversário. Mbaye Niang tomou a bola das mãos do atacante que havia sofrido a falta e pediu para bater. Na cobrança, mandou forte à meia altura do lado direito, mas o goleiro Alex Cordaz saltou bem e, de mão trocada, espalmou.

Impedido pelo companheiro de bater a penalidade, Lapadula mostrou que estava determinado a balançar as redes neste domingo e virou o placar. Aos 40 minutos do segundo tempo, o atacante aproveitou sobra de cruzamento e, na marca do pênalti, bateu rasteiro, sem chances de defesa.

Na sequência do Campeonato Italiano, o Crotone receberá o Pescara no próximo sábado, em uma partida importante na briga contra o rebaixamento do Italiano. Já o Milan terá mais de uma semana para treinar, pois voltará a campo somente no dia 12 deste mês, quando enfrentará a Roma, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.