Milan conquista a Superocopa Européia

Os protagonistas foram os mesmos da vitória nos pênaltis sobre a Juventus na final da Liga dos Campeões, em maio. Com um gol do Shevchenko e grandes defesas de Dida, o Milan bateu o Porto por 1 a 0, nesta sexta-feira, em Montecarlo, e conquistou o título da Supercopa Européia. Contra a Juve, o goleiro brasileiro havia defendido três pênaltis e o atacante ucraniano, convertido a cobrança decisiva.O Milan chegou ao seu 15º título internacional e igualou-se a Real Madrid e Independiente como os clubes mais vencedores do mundo. São seis Liga dos Campeões, quatro Supercopas Européias, três Mundiais e duas Recopas. Em dezembro, enfrentará o Boca Juniors em Tóquio pelo Mundial e terá a chance de se isolar nesse ranking.Foi a primeira vitória do Milan desde a conquista do título europeu. O time havia perdido quatro de seus cinco amistosos de pré-temporada - empatou o outro, contra o National Bucareste, mas perdeu nos pênaltis - e sido batido nos pênaltis pela Juve na final da Supercopa Italiana, em Nova York.O técnico Carlo Ancelotti surpreendeu ao deixar Cafu no banco e escalar o croata Simic na lateral-direita. O único brasileiro que começou jogando foi Dida. Serginho e Rivaldo ficaram na reserva, Kaká viu o jogo das tribunas por não estar inscrito - chegou ao Milan depois do encerramento do prazo de inscrições - e Roque Júnior assinou nesta sexta contrato de um ano com o Leeds United.Apesar de não ter sido inscrito, Kaká desceu para o campo para festejar com seus companheiros e acabou recebendo uma medalha. Ele deverá estar em campo segunda-feira, contra o Ancona, pela primeira rodada do Campeonato Italiano. Ancelotti gosta de mudar três ou quatro jogadores quando a equipe atua com intervalo com três dias e por isso é bem provável que Kaká jogue em lugar de Rui Costa. Outro que tem chance de começar jogando é Rivaldo, que entrou aos 30 minutos do segundo tempo em lugar de Shevchenko no jogo desta sexta, porque o ucraniano sentiu dor na coxa direita. Cafu jogou os cinco minutos finais na vaga de Rui Costa.O gol do título saiu aos 10 minutos do primeiro tempo, quando Shevchenko completou de cabeça um cruzamento de Rui Costa. Na segunda etapa, o time italiano se fechou para sair nos contra-ataques e foi pressionado pelo Porto. Mas Dida garantiu o resultado. O atacante ucraniano foi eleito o melhor jogador da partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.