Milan contrata Thiago Silva e nega empréstimo ao Flu

O Milan acertou a contratação do zagueiro Thiago Silva, nesta quinta-feira, e negou o empréstimo do jogador por seis meses ao Fluminense ou a um clube europeu. O time italiano manterá o atleta apenas treinando até junho. Ele não poderá ser aproveitado antes disso porque o clube já contratou o atacante ucraniano Shevchenko, e a legislação italiana só permite a inscrição de um novo extracomunitário (sem nacionalidade de um país integrante da União Européia) por temporada.O zagueiro embarca nesta sexta-feira para Milão e, no final de semana, será submetido aos exames médicos. Ele assinará contrato por quatro anos, com salário anual de 2,5 milhões de euros (R$ 8 milhões). O Gestifute (grupo português que é dono de 100% de seus direitos econômicos) receberá 10 milhões (R$ 32,2 milhões). O Fluminense não levará nada.O clube fará com Thiago Silva o mesmo que fez com Alexandre Pato. Quando comprou o atacante do Internacional, o Milan não pôde inscrevê-lo imediatamente porque ele ainda não tinha 18 anos de idade. Por isso, o levou para Milão em agosto e o preparou para estrear em janeiro.Agora, o clube marcará amistosos no primeiro semestre para colocar Thiago Silva em ação. Há uma semana, no entanto, o procurador do zagueiro, Paulo Tonietto, rechaçava a possibilidade de o atleta ficar no Milan sem poder jogar partidas oficiais."O Thiago é jogador de seleção, não pode ficar seis meses sem jogar". Porém, ele explicou o que mudou. "O Milan exigia que ele fosse para Milão agora, caso contrário não haveria negócio. E também nos disse que vai marcar vários amistosos para poder colocar o Thiago para jogar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.