Milan e Barcelona sem acordo sobre valor por Ronaldinho

Chefe executivo do time italiano já fala na possibilidade de trazer um atacante de ponta, ao invés do meia

REUTERS

20 de abril de 2008 | 15h54

O Milan não chegou a um acordo com o Barcelona sobre o valor de transferência de Ronaldinho depois de discussões preliminares, afirmou o chefe-executivo do clube italiano neste domingo. "Ontem [sábado] tivemos uma conferência por telefone. As peças não encaixaram", afirmou Adriano Galliani depois da vitória do Milan sobre o Reggina por 5 x 1. "Talvez Ronaldinho não virá e um atacante de ponta venha." Veja também: Kaká faz três e Pato um na goleada de 5 a 1 do MilanRobert de Assis, irmão e agente de Ronaldinho, concordou com termos pessoais com o Milan, mas a Inter de Milão e o Manchester City também estão interessados no jogador brasileiro. O Milan tem procurado um jogador de frente porque Ronaldo se contundiu no joelho e Filippo Inzaghi tem agora 34 anos. O clube tem dito que aceitaria de volta seu ex-atacante Andriy Shevchenko, agora no Chelsea. O Milan está em quinto lugar no Campeonato Italiano e pode ficar de fora da próxima Liga dos Campeões, que foi conquistada pelo clube milanês na temporada passada. Perguntado se um acordo com Ronaldinho poderia fracassar por causa disso, Galliani afirmou: "Ronaldinho foi para o Barcelona quando eles estavam na Copa da Uefa. Acontece com todos os grandes clubes da Europa. Eu espero que não aconteça com o Milan. De qualquer maneira, Ronaldinho é um jogador do Barcelona, não do Milan."  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.