Milan é eliminado pelo Arsenal na Liga dos Campeões da Uefa

Time inglês não dá chances e vence o atual campeão da competição por 2 a 0; Cesc Fabregas é o destaque

EFE

04 de março de 2008 | 18h41

Mesmo jogando no estádio San Siro de Milão, o Arsenal mostrou que é um dos favoritos ao título da Liga dos Campeões ao vencer o Milan, atual campeão da competição, por 2 a 0, avançando às quartas-de-final.Veja também: Fenerbahce, treinado por Zico, bate Sevilla nos pênaltis  Barcelona vence e avança na Liga dos Campeões  Manchester United elimina o Lyon da Liga dos Campeões O Arsenal foi superior e mereceu a vitória, pois teve mais chances de gol e melhor postura em campo, tocando a bola com mais velocidade. Apesar de ter um elenco muito jovem, o time inglês mostrou ter a qualidade necessária para passar por equipes mais experientes como o Milan.Pelos italianos, que precisavam da vitória por conta do empate sem gols da ida, o jovem atacante Alexandre Pato foi um dos destaques. Já Kaká e Pirlo foram muito bem anulados pela defesa da equipe comandada pelo técnico francês Arsène Wenger.Nos primeiros 30 minutos, os jogadores do técnico Carlo Ancelotti exerceram uma pressão constante sobre a equipe inglesa. A primeira boa chance saiu dos pés de Alexandre Pato, mas a bola passou por cima do gol do espanhol Almunia.Aos poucos, o Arsenal foi se encontrando em campo e ameaçou. O togolês Emmanuel Adebayor chegou com perigo aos 28 minutos, obrigando o australiano Kalac a fazer grande defesa. Pouco depois, aos 39, o espanhol Cesc acertou a trave.No início do segundo tempo, os ingleses partiram com tudo em busca da classificação. Logo aos dois minutos, Senderos ficou cara a cara com Kalac em cobrança de escanteio, mas mandou a bola nas mãos do goleiro. O Milan, por sua vez, estava apagado.Os ingleses acabaram definindo a partida no fim: aos 39 minutos do segundo tempo, Cesc acertou um chute perfeito da intermediária para vencer o goleiro Kalac.No último minuto do tempo regulamentar, o artilheiro Adebayor fez o seu após escorar de primeira um cruzamento que partiu de Walcott pela direita. Com este triunfo e o empate sem gols do primeiro jogo, a equipe londrina chegou às quartas-de-final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.