Alberto Lingria/Reuters
Alberto Lingria/Reuters

Milan e Inter de Milão se unem para apresentar projeto de novo estádio

Plano é construir arena ao lado do San Siro e demolir o antigo espaço

Redação, Estadao Conteudo

26 de março de 2019 | 12h26

Rivais no futebol italiano, Inter de Milão e Milan estão próximos de anunciar um projeto conjunto para construção de um novo estádio, deixando de lado a possibilidade de realização de uma reforma para modernizar o San Siro.

O CEO da Inter, Alessandro Antonello, revelou, em entrevista ao diário esportivo Gazzetta dello Sport que o plano é construir uma arena ao lado do San Siro, em seu estacionamento, e então demolir o antigo estádio.

"A Inter e o Milan estão trabalhando juntos. Nós ainda temos trabalho para fazer, mas o momento está certo. Em breve informaremos a cidade da nossa escolha compartilhada. Milão precisa de um estádio digno para uma das principais cidades europeias", afirmou o dirigente.

O San Siro foi inaugurado em 1926, tendo passado por diversas reformas desde então. Modernizar o estádio como uma nova obra pode levar mais tempo e ser mais caro do que construir um novo estádio. Além disso, há a preocupação de que Inter e Milan precisem buscar uma "casa temporária" enquanto a obra fosse realizada.

O desejo de Milan e Inter, porém, não é suficiente para que a ideia de remodelar o San Siro seja deixada de lado para a construção de um novo estádio, pois é preciso receber os avais municipais, sendo que um projeto deverá ser apresentado às autoridades até o fim de abril. Mas a ideia inicial do Milan, que foi o responsável por sugerir ao rival a construção do estádio, é de que a nova arena fique pronta no início da temporada 2022/2023 ou, no máximo, na seguinte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.