Matteo Bazzi/EFE
Matteo Bazzi/EFE

Milan empata sem gols em casa e perde chance de encostar nos líderes na Itália

Equipe de Milão vai a 33 pontos com 0 a 0 diante do Atalanta

Estadão Conteúdo

17 de dezembro de 2016 | 17h16

Em um fim de semana em que poderia se aproximar dos líderes do Campeonato Italiano, o Milan desperdiçou a oportunidade. Neste sábado, pela 17.ª rodada, mesmo jogando no estádio San Siro, em Milão, o time rubro-negro não teve criatividade e objetividade suficientes para derrotar a Atalanta. O placar de 0 a 0 frustrou muitos os torcedores que encararam o frio e a forte neblina, que atrapalhava muito a visualização da movimentação dos jogadores e as jogadas em campo.

Agora com 33 pontos, o Milan segue na terceira posição, mas perdeu a chance de encostar nos dois primeiros colocados: Juventus, líder, e Roma, vice-líder. Neste domingo, terá de torcer muito para não despencar para o quinto lugar, já que Napoli e Lazio, com 31 pontos cada, enfrentam Torino e Fiorentina como mandantes, respectivamente.

Já a Atalanta segue com uma boa campanha no Campeonato Italiano de acordo com suas expectativas. O time de Bérgamo voltou a pontuar depois de alguns tropeços e está na sexta colocação, com 29 pontos. Assim, continua sonhando com uma vaga em competição europeia na próxima temporada.

O único brasileiro em campo pelas duas equipes neste sábado foi o zagueiro Rafael Tolói, ex-Goiás e São Paulo, que segurou o ímpeto que o Milan mostrou especialmente no segundo tempo. No banco de reservas dos mandantes estavam o goleiro Gabriel Vasconcellos, ex-Cruzeiro, além do atacante Luiz Adriano, ex-Internacional.

Em outro jogo deste sábado, o Empoli conquistou uma importante vitória na luta contra o rebaixamento. Em casa, o time da região Toscana bateu o Cagliari por 2 a 0 - dois gols de Levan Mchedlidze - e abriu distância para a degola.

Com 14 pontos, na 17.ª posição, o Empoli agora tem cinco de vantagem para o Crotone, que abre a zona de rebaixamento. O Cagliari, em situação um pouco melhor, é o 14.º colocado, com 20 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.