Milan fecha patrocínio de 60 milhões de euros

Equipe italiana renova com a companhia aérea Emirates e estampa logo da empresa nos uniformes

AE-AP, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 15h00

O Milan anunciou que assinou um novo contrato de patrocínio com a Emirates, nesta sexta-feira, por 60 milhões de euros. O acordo com a companhia aérea dos Emirados Árabes, que se iniciará na temporada 2010/2011, será válido por cinco anos.

O valor do patrocínio pode aumentar ainda mais, segundo explicou o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, dependendo dos resultados que a equipe italiana obter. A Emirates já tem parceira com o clube desde 2007.

"Desde 2007, o relacionamento entre as duas empresas continuou a crescer. Hoje chegamos à maior meta possível: se tornar o patrocinador da camisa e colocar a marca em todos os uniformes. Esta escolha demonstra que a universalidade da marca Milan e a qualidade da nossa oferta continuam atraindo as empresas mais dinâmicas e inovadoras do mundo", disse Galliani.

Ronaldinho Gaúcho e o técnico Leonardo estiveram presentes na cerimônia que celebrou o acordo, ao lado de David Beckham e do capitão Massimo Ambrosini.

Além de patrocinar o Milan, a Emirates tem ainda acordo com o Arsenal, o Paris Saint-Germain, o Hamburgo e o Olympiakos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMilanpatrocínioEmirates

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.