Milan joga para assumir liderança

O Milan vive fase excepcional e pode alcançar nesta quarta-feira a liderança do Campeonato Italiano. Para tanto, basta que vença o Siena, no estádio Giuseppe Meazza, em jogo que vale ainda pelo primeiro turno. A partida havia sido transferida, em novembro, por causa do desafio contra o Boca Juniors, em Yokohama, pelo título mundial interclubes. O Milan tem 42 pontos, contra 43 da líder Roma. O Siena, estreante na Série A do calcio, é o 10º colocado, com 21."Precisamos ter uma noite de Liga dos Campeões", pediu Carlo Ancelotti. O treinador se referia ao desempenho eficiente, na memorável final européia, em maio passado, contra a Juventus, em Manchester. Naquela ocasião, o Milan conquistou o título continental pela sexta vez.Na avaliação de Ancelotti (escolhido como melhor treinador de 2003), a equipe tem obrigação de vencer para consolidar um período de muita regularidade. Além da briga pela ponta, o time avançou para as semifinais da Copa Itália com duas vitórias consecutivas por 2 a 1 sobre a Roma.O Milan deve começar com três de seus brasileiros - Dida, Cafu e Kaká - e o Siena tem confirmada presença de Rodrigo Taddei. O lateral Júnior, cedido na segunda-feira por empréstimo pelo Parma, fica no banco de reservas. Roque Júnior, que veio do Leeds, ainda está fora de forma.

Agencia Estado,

27 de janeiro de 2004 | 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.