Giampiero Sposito/Reuters
Giampiero Sposito/Reuters

Milan joga para encostar no Napoli no Campeonato Italiano

Time de Milão está quatro pontos atrás na luta pela segunda colocação do torneio

O Estado de S. Paulo

14 de abril de 2013 | 08h12

MILÃO - Com o título do Campeonato Italiano quase garantido pela Juventus, a briga mais importante é pelo segundo lugar - que garante vaga na fase de grupos da Copa dos Campeões, ao passo que o terceiro colocado terá de jogar uma fase preliminar. E os times que lutam por essa posição se enfrentarão neste domingo no San Siro: Milan e Napoli.

O empate com a Fiorentina na rodada passada deixou o time da casa quatro pontos atrás do Napoli, por isso uma derrota seria um resultado desastroso.

O técnico Massimiliano Allegri não poderá escalar o atacante Balotelli, que cumprirá o primeiro dos três jogos de suspensão que pegou por ter xingado o árbitro depois do jogo em Florença - também não poderá enfrentar Juventus e Catania. Seu substituto será Pazzini, autor de 13 gols no campeonato e uma boa opção para o jogo aéreo.

"Balotelli vem jogando muito bem, mas Pazzini nos ajuda bastante sempre que joga", disse Niang, que jogará aberto pela direita no ataque - El Shaarawy completará o trio ofensivo atuando pela esquerda. Robinho, mais uma vez, ficará no banco.

O Milan venceu as últimas oito partidas que disputou em casa - incluindo o 2 a 0 sobre o Barcelona no jogo de ida das oitavas de final da Copa dos Campeões.

A equipe visitante terá força máxima para tentar quebrar um tabu: não derrota o Milan no San Siro desde 1986, quando venceu por 2 a 1 com gols de Giordano e Maradona. E o artilheiro Cavani não balançou a rede em cinco jogos disputados no estádio.

"É uma pena que o título tenha ficado tão longe, mas agora não abrimos mão de terminar em segundo lugar para termos a certeza de que estaremos na Copa dos Campeões", disse o volante Behrami.

A líder Juventus, que tem nove pontos de vantagem sobre o Napoli (faltam apenas oito rodadas), só entrará em campo amanhã. Vai jogar em Roma contra a Lazio e não terá o zagueiro Chiellini, machucado.

As duas equipes foram eliminadas de competições europeias no meio da semana (a Juve caiu diante do Bayern na Copa dos Campeões, e a Lazio saiu da Liga Europa por ter empatado em casa com o Fenerbahçe).

DESFALQUES NO ATAQUE 

A Inter jogará hoje fora de casa contra o Cagliari e tentará se reabilitar da incrível derrota que sofreu em Milão na rodada passada - ganhava por 3 a 1 da Atalanta e acabou perdendo por 4 a 3. O time está em sexto lugar com 50 pontos, um atrás da Lazio e a dois da Fiorentina.

Como seus três principais atacantes (Cassano e os argentinos Diego Milito e Palacio) estão fora de combate por lesão, o técnico Andrea Stramaccioni adiantará o meia argentino Alvarez para jogar ao lado do centroavante Rocchi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.