Milan lamenta vacilo de 6 minutos

"Tudo o que fizemos certo ao longo do jogo, perdemos em seis minutos de loucura", foi a explicação de Carlo Ancelotti, o técnico do Milan, para a derrota para o Liverpool na final da Liga dos Campeões da Europa. "Jogamos uma boa partida, tivemos o resultado nas mãos. Mas em seis minutos inexplicáveis de loucura, perdemos gols incríveis e o que fizemos nos 120 minutos de jogo."Ancelotti não se conformou com a atitude de sua equipe no começo do segundo tempo, quando vencia por 3 a 0 e permitiu o empate do Liverpool. Depois, perdeu o título na disputa por pênaltis. O destino do técnico, segundo boa parte da mídia italiana, dependia do resultado desta quarta-feira, já que ele perdeu também o Campeonato Italiano.Mas ele não parecia preocupado com isso. "Claro que estou triste e amargurado com o resultado, mas essas coisas acontecem no futebol. Agora, devemos pensar na próxima partida do Italiano, domingo, e, em seguida, planejar a próxima temporada", disse Ancelotti, que tem contrato com o Milan até 30 de junho de 2006.Do outro lado, só alegria. Gerrard, um dos melhores jogadores em campo, chegou a pensar que tudo estava perdido. "Com 3 a 0 contra no meio tempo, eu pensei que estaria em lágrimas na hora do apito final", disse o capitão do Liverpool. "Estou achando difícil falar. É quase impossível descrever o quanto estou feliz. Sou o maior do mundo, neste momento!"Carragher também falou: "Não acho que tenha havido outro jogo assim. Eu não consigo acreditar que nós vencemos. As pessoas vão falar dessa partida daqui a 20 ou 30 anos". E o técnico do Liverpool, Rafa Benitez, contou os detalhes da incrível vitória. "Sabíamos naquela hora (no intervalo) que, se fizéssemos um gol, tudo iria mudar. E foi o que aconteceu", revelou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.