Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Divulgação/Milan
Divulgação/Milan

Milan promove entrega de alimentos e equipamentos médicos a torcedores idosos

Clube de Milão entregará mais de 2000 caixas com suprimentos a fãs com mais de 65 anos

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2020 | 10h08

Na Itália, um dos países que mais sofre com a pandemia do novo coronavírus, os clubes de futebol têm ajudado no que podem para ajudar a combater a doença. Nesta sexta-feira, o Milan começou a fazer entrega de caixas com alimentos e suprimentos médicos a seus torcedores acima de 65 anos inscritos no programa de sócio-torcedor da equipe do estádio San Siro.

O clube de Milão decidiu por aderir à iniciativa solidária lançada há algumas semanas pela Roma, que passou a fornecer pacotes com água, massas, sobremesas, medicamentos, máscaras e até cerveja aos seus torcedores pelo menos 75 anos. Os idosos são considerados grupo de risco em razão da covid-19 e são os mais precisam de ajuda durante a quarentena para conseguir mantimentos.

"A partir desta sexta-feira é feita a entrega por parte do Milan de duas mil caixas com mantimentos básicos para a sobrevivência, máscaras e objetos milanistas personalizados aos sócio-torcedores maiores de 65 anos, uma categoria particularmente em perigo com a experiência da covid-19", declarou a equipe alvinegra em comunicado oficial.

Nas últimas semanas, diversos times do futebol italiano promoveram doações, bem como captaram recursos e lançaram projetos de solidariedade para amparar seus torcedores mais necessitados. Jogadores do Bologna, por exemplo, fizeram videoconferências com seus torcedores mais solitários com o objetivo de conversar durante o difícil período.

"Os pacotes solidários serão entregues diretamente nas respectivas residências dos donos de ingressos com mais de 65 anos, um gesto que traduz o sentimento de amparo e pertencimento que está no centro dos valores do clube", finaliza a nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.