Juan Jo Martin/EFE - 08/03/2010
Juan Jo Martin/EFE - 08/03/2010

Milan reconhece que retorno de Kaká é difícil

Adriano Galliani, vice-presidente do clube, procurou encerrar boatos da negociação do brasieliro

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2010 | 15h19

Em recuperação de uma grave contusão no Real Madrid, o meia Kaká foi tema nas últimas semanas de especulação da imprensa, que apontava um possível retorno do brasileiro ao Milan. Mas nesta sexta-feira, o vice-presidente do clube italiano, Adriano Galliani, procurou encerrar os boatos e disse que a negociação é muito difícil.

Kaká foi negociado para o Real Madrid no ano passado, mas não conseguiu repetir no futebol espanhol o mesmo sucesso obtido no Milan. Seu espaço ficou ainda menor nesta temporada, quando sofreu a contusão e o time madrilenho contratou jogadores como Mesut Ozil e Ángel di María para sua posição. Ainda assim, Galliani disse ser imponderável pensar no retorno do brasileiro.

"Apesar dos boatos que surgiram, creio que o retorno de Kaká é muito difícil. Ele está em Madri há apenas um ano e não seria elegante falar de Kaká na véspera do confronto diante do Real", afirmou o dirigente, referindo-se ao jogo pela Liga dos Campeões, na próxima semana. "Kaká não teve ainda a adaptação necessária, depois de deixar o futebol italiano e ir para o espanhol".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMilanKakáAdriano Galliani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.