Roberto Bregani/ AP
Roberto Bregani/ AP

Milan 'renasce', bate rival Internazionale e avança à semifinal da Copa da Itália

Com gol do atacante Cutrone, ainda no primeiro tempo, equipe garante a vitória e volta a comemorar

Estadao Conteudo

27 de dezembro de 2017 | 20h58

Gennaro Gattuso, ídolo nos tempos de volante e agora treinador do Milan, disse que o clássico contra a Internazionale, nesta quarta-feira, no estádio San Siro, em Milão, pelas quartas de final da Copa da Itália, seria o jogo do renascimento do clube, que anda mal das pernas na atual temporada - é apenas o 11.º colocado no Campeonato Italiano. Pois as proféticas palavras do treinador se concretizaram e o Milan derrotou a rival por 1 a 0, na prorrogação, e avançou às semifinais.

+ Boca Juniors oficializa contratação e Buffarini assina contrato até 2021

Após um equilibrado empate sem gols no tempo normal, com direito a um gol anulado da Internazionale após a utilização do árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês), o Milan mostrou mais força na prorrogação e ganhou com um gol do atacante Cutrone, aos 13 minutos do primeiro tempo.

O adversário do Milan por um lugar na grande decisão será a Lazio, que na última terça-feira bateu a Fiorentina por 1 a 0, em Roma. As semifinais serão em dois jogos, em 31 de janeiro e 28 de fevereiro - o primeiro duelo será em Milão e o segundo no estádio Olímpico, na capital italiana.

No outro lado da chave da Copa da Itália estão os dois primeiros colocados do Campeonato Italiano. O líder Napoli enfrentará em casa a Atalanta - o jogo será na próxima terça-feira, no estádio San Paolo, em Nápoles - e a vice Juventus fará o clássico de Turim contra o Torino no dia seguinte, no Juventus Stadium.

Muito questionado neste início de trabalho no Milan - está somente há um mês no comando técnico -, Gattuso acabou sendo um dos responsáveis pela vitória no clássico: as entradas de Çalhanoglu e Cutrone no segundo tempo deram nova vida ao ataque. Enquanto o turco criou grandes chances e dificultou a vida da defesa da Internazionale, o jovem de 19 anos aproveitou lançamento de Suso, aos 13 minutos do primeiro tempo da prorrogação, e garantiu o 1 a 0.

O resultado poderia ter sido bem diferente se não fosse a atuação do auxiliar de vídeo (VAR) na partida. Aos 23 minutos do primeiro tempo, Perisic balançou a rede para a Internazionale e o gol foi validado pelo árbitro Marco Guida. Porém, logo depois, o juiz consultou o VAR e anulou a jogada por impedimento do zagueiro Ranocchia, que atrapalhou o goleiro Antonio Donnarumma - irmão mais velho do titular Gianluigi Donnarumma - no lance, mesmo sem ter tocado na bola.

Tudo o que sabemos sobre:
Milanfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.