Divulgação
Divulgação

Milan revela racismo de torcedores contra sua equipe sub-10

Não há suspeitos até o momento e a organização não se pronunciou

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2015 | 10h26

Um dos maiores males do futebol na atualidade, torcedores racistas não perdoaram sequer algumas crianças no último domingo. Durante uma partida entre Milan e Paris Saint-Germain em um torneio sub-10 realizado na Toscana, jogadores do time milanês teriam sido vítimas de ofensas vindas das arquibancadas.

Foi isso que o próprio Milan alegou nesta segunda-feira. Em comunicado oficial, o clube classificou como "simplesmente inaceitável" o comportamento de parte da torcida na vitória por 4 a 0 sobre o Paris Saint-Germain pela Universal Cup, torneio que reúne times da Itália e alguns convidados internacionais.

"Reportamos que, durante o jogo entre Milan e PSG, aconteceram incidentes de racismo contra as crianças negras presentes no Milan por parte de algumas ''pessoas'' nas arquibancadas. Não queremos ampliar ou exagerar em nada, mas realmente esperamos que não seja verdade ou que seja algo esporádico. De outra forma, seria absolutamente intolerável", apontou o clube italiano.

Ninguém foi oficialmente acusado até o momento e não foi esclarecido quem seriam os responsáveis pelas ofensas. A organização do torneio também não se pronunciou e se limitou apenas a postar um vídeo contra o racismo em suas redes sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.