Antonio Calanni/AP
Antonio Calanni/AP

Milan vence e abre vantagem; Inter perde mais uma pelo Italiano

Robinho faz um na vitória do time rubro-negro sobre a Sampdoria por 3 a 0; rival cai em Parma

AE, Agência Estado

16 de abril de 2011 | 17h53

O Milan fez o dever de casa neste sábado e venceu a Sampdoria por 3 a 0, no San Siro, pela 33.ª rodada do Campeonato Italiano. Com isso, jogou pressão sobre o Napoli, que, no domingo, precisa superar a Udinese para não ver os milaneses ampliarem a vantagem na ponta da competição. Agora são seis pontos de distância - 71 a 65.

De quebra, o Milan viu a arquirrival Inter dar um adeus definitivo à briga pelo título. Os atuais campeões perderam para o Parma por 2 a 0 e estacionaram nos 63 pontos, a oito dos rubro-negros, faltando seis rodadas para o fim do Italiano. Esta foi a quarta derrota da Inter nos últimos cinco jogos, pondo ainda mais em risco o cargo do técnico Leonardo. O ítalo-brasileiro Amauri marcou uma vez.

Mas nem tudo são flores para o Milan. Ao final do primeiro tempo, o time perdeu Pato, que vive seu melhor momento no clube, e que pediu para sair depois de sentir uma lesão na coxa. Não se sabe ainda a gravidade da contusão do brasileiro. Abbiati também deixou o jogo machucado.

Especulado no Corinthians, Seedorf mostrou que continua em ótima forma e abriu o placar aos 20 minutos, de falta. Cassano, em um pênalti muito contestável no começo do segundo tempo, fez o segundo. No lance, Gattuso dividiu a bola pelo alto, empurrou o marcador, que, desequilibrado, bateu o braço na bola.

Já aos 16 minutos da segunda etapa, Cassano foi lançado na esquerda e tocou pelo alto para Robinho, que, com o gol livre, só teve o trabalho de empurrar a bola de cabeça para fazer o terceiro e fechar a contagem.

Mais cedo, a Roma, que briga pela última vaga à Liga dos Campeões, tropeçou em casa e perdeu para o Palermo por 3 a 2. Totti abriu o placar e acabou com o jejum de gols. Pinilla, no fim do primeiro tempo, empatou. Mas foi no final da partida é que o jogo ganhou em emoção.

Aos 39 do segundo tempo, Hernandez virou para o Palermo. Já nos acréscimos, o mesmo Hernandez aumentou a vantagem. Vucinic ainda descontou, mas não houve tempo de a Roma evitar a derrota.

Com 53 pontos, a Roma, em sexto, segue a quatro da arquirrival Lazio, quarta colocada. Entre os romanos está a Udinese. O Palermo tem 47 e segue sonhando com a última vaga para a Liga Europa, atualmente com a Roma.

Veja também:

video VÍDEO: Robinho faz, Pato se lesiona, Milan passa pela Sampdoria e mantém liderança

video VÍDEO: Com gol de Amauri, Inter perde do Parma e fica ainda mais longe do título Italiano 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.