Milan vence no fim e encosta na Inter de Milão

O Milan sofreu muito para derrotar o Chievo neste domingo. Mas com um gol de Seedorf já nos acréscimos do segundo tempo, venceu em casa por 1 a 0 e colocou grande pressão sobre a Inter de Milão, atual líder do Campeonato Italiano.

AE, Agencia Estado

14 de março de 2010 | 19h02

Com a difícil vitória deste domingo, o Milan chegou a 58 pontos e ficou um atrás da Inter de Milão, que perdeu na sexta-feira para o Catania por 3 a 1. Já o Chievo tem 35 e briga pelas posições intermediárias.

Com o desfalque de Pato, lesionado, o técnico Leonardo armou esquema pouco mais defensivo. No lugar do brasileiro, entrou Beckham. E em vez do esquema com três atacantes, a equipe tinha apenas Borriello e Ronaldinho na frente, além de um meio-de-campo formado por Gattuso, Pirlo, Ambrosini e o inglês.

Mas o esquema cauteloso parece ter travado a equipe. Sem um armador de origem, Ronaldinho e Borriello ficavam isolados na frente. Assim, o Milan foi para o intervalo tendo criado pouco no primeiro tempo, panorama que não mudou muito na etapa final.

Até que aos 34 minutos, Leonardo colocou Seedorf no lugar de Pirlo. Substituição que definiria o confronto. Já nos acréscimos, o holandês acertou bonito chute de fora da área e garantiu a vitória do Milan.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ItalianoMilanChievo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.