Milan veta ida de Rivaldo para o Real

O Milan não está disposto a permitir que Rivaldo se mude para o Real Madrid. Adriano Galliani, vice-presidente do clube, avisou nesta quarta-feira que o brasileiro será mantido no elenco, na atual temporada, independentemente da insatisfação por estar na reserva. De quebra, o porta-voz de Silvio Berlusconi ? dono do clube e primeiro-ministro da Itália ? transferiu para a imprensa a culpa da mais recente polêmica entre o campeão do mundo e o técnico Carlo Ancelotti. ?Isso é coisa de imprensa que escreve com o coração?, desconversou o cartola, como se dessa forma anulasse as diferenças entre jogador e treinador. Ancelotti e Rivaldo reuniram-se nesta quarta-feira, antes do treino do Milan, e conversaram a respeito do assunto. Nenhum dos dois, porém, quis entrar em detalhes. ?Cada um pôde expor seu ponto de vista?, afirmou o técnico, sem grande disposição de abordar o tema. ?Não me parece oportuno tornar público o que falamos, mas fiquei satisfeito?, emendou. ?Mas, se Rivaldo quiser falar algo, que o faça.? A imprensa da Espanha ficou empolgada com a promessa de Ronaldo, segundo a qual iria conversar com a diretoria do Real Madrid para juntar Rivaldo ao elenco milionário do clube. A reação inicial da cúpula foi de discreta reserva, apesar do entusiasmo de seu principal atacante. Rivaldo também deu corda, ao afirmar ao jornal As, editado em Madri, que aceitaria o desafio, ?desde que os clubes chegassem a acordo?. O que, no momento, parece distante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.