Milene promete brigar por vaga na seleção

A chegada da ex-mulher do artilheiro do Ronaldo, do Real Madrid, Milene Domingues, foi motivo de festa e susto hoje na seleção brasileira feminina de futebol que treina desde segunda-feira, na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana, para a disputa da Olimpíada de Atenas. Atleta do Rayo Vallecano, ela informou estar disposta a ganhar uma vaga na equipe "dentro do campo", mas já avisou que só permanecerá no Brasil por 15 dias enquanto as demais jogadoras treinarão até o final do mês. "Ficarei somente esse período porque preciso voltar para meu clube, onde estou disputando o Campeonato Espanhol", disse Milene. "A ansiedade agora é menor porque foi minha segunda convocação. Na primeira vez, fizeram muita especulação com o meu nome, mas sempre fui muito bem recebida aqui e sou tratada igualmente por todas." E, pelo menos no primeiro dia, Milene não pôde se queixar de sua recepção. Brincadeiras, beijos e abraços carinhosos foram dispensados à meia pelas demais jogadoras e, consciente de seu papel no grupo, a ex-mulher de Ronaldo revidou esportivamente às gozações, além de distribuir sorrisos às companheiras. "Sempre falo que fora do campo posso ajudar a seleção, mas meu objetivo é contribuir dentro, dando passes e fazendo gols", frisou Milene, encharcada por água, após um banho "oferecido" pelas jogadoras, em mais um tipo de brincadeira. "Vim de um frio danado lá na Espanha e aqui está um calor muito forte. Elas fizeram o favor de me refrescar." Sobre o novo técnico da seleção, Renê Simões, Milene contou ter ficado com uma "boa primeira impressão", destacando o profissionalismo do treinador e seu método de trabalho. Além dela, se apresentaram à equipe a atacante Kátia Cilene e as duas novas convocadas: a goleira Fernanda, do Cascatinha de Petrópolis, e a zagueira Bagé, do São Bernardo-SP. A previsão é a de que hoje o grupo totalize 25 jogadoras com a chegada de Aline Pelegrino, do Palmeiras, que também atua no setor defensivo. Em sua primeira movimentação, Milene realizou testes físicos e demonstrou bastante cansaço ao cumprir a tarefa de dar sete voltas ao redor do campo, acompanhada por Kátia Cilene, Fernanda e Bagé. Enquanto as quatro treinaram em separado, as demais atletas realizaram exercícios especiais com a bola. Mesmo assim, a ex-mulher de Ronaldo demonstrou otimismo quanto a sua nova participação na seleção. "Desta vez estou atuando pelo meu clube. Estou participando da temporada desde setembro e só parei por um mês, em dezembro, por causa de uma contusão", frisou Milene. "No ano passado, quando me apresentei à seleção estava parada e fora de forma. Mas, ao mesmo tempo em que trouxe mais descontração às jogadoras, Milene deixou todas apreensivas hoje, quando chocou sua cabeça com a de outra companheira ao término do treinamento da tarde. A contusão, provocada por uma disputa de bola, durante um exercício, não foi grave e amanhã ela treinará normalmente, de acordo com o técnico da seleção. "Foi um lance normal e não passou de um susto", disse Simões.

Agencia Estado,

10 de março de 2004 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.