Milene só teme as críticas de Ronaldo

?Eu durmo com o Ronaldo, isso não quer dizer que eu jogo como ele?. A revelação irônica e bem-humorada é de Milene, mulher de Ronaldo. Ela se apresentou nesta terça-feira à seleção brasileira feminina de futebol, na fria Teresópolis. Chegou para brigar por uma vaga no grupo das meninas que disputarão o Mundial, com início dia 19, nos Estados Unidos.Loirinha, 24 anos, voz e sorriso de adolescente, Milene foi convocada para dar visibilidade à seleção feminina. E, se corresponder, conquistará um lugar no time medalha de ouro no Pan-americano de São Domingos.?Estou muito atrás das meninas. Jogo na Europa (Rayo Vallecano, Espanha), estava de férias havia dois meses. Elas já estão treinando há mais tempo. Sei que estou defasada, mas vou brigar por uma vaga?, afirmou Milene.Milene sabe que atrai a curiosidade de todos em Teresópolis não por seus atributos de jogadora. O que pesa é o marido famoso. Pela primeira vez, desde o casamento, em 1999, estarão juntos vestindo a mesma camisa amarela, um pertinho do outro em campos de futebol.Ela já está treinando no campo 3, no fundo da Granja Comary. Campo irregular, alguns tufos altos de grama. Ronaldo, a partir desta quarta, treinará no campo 1, lisinho, à disposição dos pentacampeões.?Vou dar uma espiadinha no treino dele. Quem sabe não aprendo alguma coisa? Só não quero é que ele veja o meu treino. Se eu perder um gol, sei que vai me cobrar uns dois anos. O Ronaldo é muito exigente?, contou Milene.O plano de Milene pode não dar certo. Por exigência da alta cúpula da CBF, as meninas não treinarão no mesmo horário dos jogadores. Elas estão em um hotel simples da cidade. Os alojamentos da Granja, com direito a TV, DVD e PlayStation nos quartos, são reservados aos astros da seleção masculina. ?Não vai dar nem para um jantar reservado, um encontro rápido. Só se a gente sair escondido, de peruca?, brincou.O problema dela nem é o Ronaldo ? Milene garante que não estão separados. Difícil mesmo é ficar longe de Ronald. O filho do casal famoso tem três anos, está com a babá e dona Sônia, mãe de Ronaldo, em Madri. ?Nunca fiquei tanto tempo longe dele, como vou ficar agora. Para a mãe, o sofrimento é maior. O filho vai para o parque, brinca, se diverte. A mãe, não. O Ronald faz muita falta.?Do grupo de 26 jogadoras da seleção, apenas Milene e a volante Rafaela são mamães.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.