Nir Elias/Reuters
Nir Elias/Reuters

Milhares comparecem a funeral do ex-zagueiro do Liverpool, Avi Cohen

Cohen tinha 54 anos. Sua motocicleta colidiu com um carro e ele foi atirado longe em 20 de dezembro

Rami Amichai, REUTERS

29 de dezembro de 2010 | 20h19

TEL AVIV - Milhares de pessoas compareceram ao funeral do ex-zagueiro do Liverpool e da seleção de Israel Avi Cohen, na quarta-feira. O ex-jogador morreu em consequência de um acidente em Tel Aviv, na semana passada.

Cohen tinha 54 anos. Sua motocicleta colidiu com um carro e ele foi atirado longe em 20 de dezembro. Os médicos declararam sua morte cerebral na terça-feira, mas ele foi mantido vivo por um respirador e sofreu um ataque cardíaco na quarta-feira, informou o hospital.

Centenas de pessoas passaram pelo velório durante a cerimônia memorial no Estádio Nacional de Tel Aviv, que foi palco de alguns de seus momentos mais memoráveis, com seu clube da infância, o Maccabi Tel Aviv.

"O falecimento de Avi foi um grande choque para nós, para a família, para os amigos e, claro, para o país, porque Avi foi o capitão da seleção e era um herói", disse o ex-goleiro de Israel Bonnie Ginsburg.

O Liverpool anunciou um tributo ao jogador no próximo jogo da equipe, com um "período de aplauso" antes da partida de quarta-feira, diante do Wolverhampton Wanderers.

Tudo o que sabemos sobre:
avi cohen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.