Omar Freire/Divulgação
Omar Freire/Divulgação

Mineirão passa no teste no jogo de Brasil x Uruguai

Leitores do Estado avaliaram positivamente maioria dos itens em pesquisa

27 de junho de 2013 | 08h18

SÃO PAULO - Em seu terceiro teste na Copa das Confederações, o Mineirão, em Belo Horizonte, foi aprovado na avaliação popular do Estado. Doze pessoas responderam a perguntas sobre a infraestrutura do estádio que recebeu a semifinal Brasil x Uruguai.

Poucos itens decepcionaram o público que acompanhou a partida. As maiores reprovações ficaram por conta do transporte para chegar ao local e a existência de obras em seu entorno (50% assinalaram ruim ou péssimo).

Lanchonetes e bares foram mais uma vez alvo de reclamações, desta vez de 42% dos votantes. As condições para entrar no Mineirão também não agradaram 42% do público. O trânsito para chegar ao estádio foi considerado como regular, com essa mesma porcentagem.

Os torcedores consideraram bastante satisfatórios os telões (67% marcaram bom ou ótimo), locução (66% de aprovação), e respeito às cadeiras (58%). "Todos em minha volta respeitaram seus respectivos lugares, e mesmo os que chegavam mais tarde encontravam seus assentos vagos", conta a mineira Luciana Bois.

Apesar do tumulto entre manifestantes e polícia próximo ao estádio, a segurança não assustou aos torcedores que foram ao Mineirão. Dos que responderam ao questionário, 58% aprovaram esse item. "Depois do jogo, do estádio para a rua não presenciei nenhum tumulto. Lá fora, havia a cavalaria nos dois lados da via por onde os torcedores são guiados e muitos polícias a pé observavam a movimentação", narra Luciana, que se mostrou bastante satisfeita.

Gramado e orientação (ambos com 50% de aprovação), banheiros e controle à ação de cambistas também passaram no teste, com 42% de votos para bom ou ótimo.

Quem for ao Castelão, em Fortaleza, para o jogo Espanha e Itália, poderá participar de enquete para avaliar as condições da sede. Os resultados serão divulgados na sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.