Mineiro viaja para a Suíça nesta quinta-feira à tarde

A despedida de Mineiro do São Paulo para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo - foi convocado para o lugar de Edmílson, cortado por contusão - não poderia ter sido melhor. Ele jogou nesta quarta-feira pelo time paulista como capitão, ajudou a garantir a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense e vai embora com o time na liderança do Brasileirão."Fizemos a nossa parte. Foi um jogo difícil, mas ganhamos e agora saio com a equipe na ponta. Espero chegar lá com tudo bem e desejo boa sorte ao São Paulo. Realizo um sonho, que é defender a seleção brasileira numa Copa do Mundo, e vou lá para ajudar o técnico Parreira e o time a ser campeão", afirmou o jogador, ainda no campo do Morumbi, logo após a partida.Mineiro embarca nesta quinta-feira às 18h35 para a Suíça, onde será recebido com festa e muito respeito pelos novos companheiros e por membros da comissão técnica. Cafu, na condição de capitão, fará o discurso de boas vindas. Foi ele quem também esteve ao lado de Edmílson nas últimas 12 horas após o corte. Mineiro será o segundo jogador do São Paulo no time nacional. Rogério Ceni já está lá, em vaga que seria de Marcos. O curioso é que os dois são-paulinos foram chamados de surpresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.