Guillaume Horcajuela / AP
Guillaume Horcajuela / AP

'Minha carreira como técnico do Barça acabou', diz Guardiola ao descartar retorno

Atualmente no Manchester City, treinador catalão elogia Koeman e diz que só volta ao Camp Nou como torcedor

Reuters, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2020 | 17h06

O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, reiterou hoje seu desejo de permanecer no clube do Campeonato Inglês e descartou um possível retorno ao Barcelona quando seu contrato expirar no final da temporada. 

O Barcelona está tumultuado há meses; o presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, renunciou nesta semana para evitar um voto de desconfiança, e o candidato à presidência Victor Font deseja reunir Lionel Messi com Guardiola.

Guardiola passou quatro temporadas como técnico do Barça, ganhando três títulos do Campeonato Espanhol e dois da Liga dos Campeões. Mas ele disse ao canal de televisão BT Sport que apoia Ronald Koeman, o atual técnico, e só retornaria ao clube como torcedor.

"Minha carreira como técnico do Barcelona acabou. Há pessoas incríveis que podem estar no comando", afirmou Guardiola depois de ver o City bater o Sheffield United por 1 x 0.

"Ronald Koeman é um excelente treinador. Então acabou (para mim). Voltarei para assistir a um jogo, mas acabou. Estou feliz aqui, tenho vontade de ir bem e isso é o mais importante."

"Agora haverá eleições no Barcelona e espero que eles possam escolher a pessoa certa e a diretoria certa para manter este clube incrível como ele é, no mais alto nível", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.