Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Ministério Público exige laudo de engenharia e pode fechar o Maracanã

Pedido é assinado pela promotora Glícia Pessanha Crispim, da 4ª Promotoria de Justiça

AE, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 19h58

RIO - O Ministério Público do Rio (MP-RJ) enviou para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação de Futebol do Rio (Ferj) pedido para apresentação de um novo laudo de engenharia do Estádio do Maracanã, reinaugurado em junho deste ano. Caso o documento não seja apresentado num prazo de 30 dias, o palco da final da Copa do Mundo 2014 pode até mesmo ser fechado.

O consórcio que ganhou do governo do Rio o direito de administrar o estádio pelos próximos 35 anos (e do qual faz parte a Odebrecht, uma das responsáveis pela milionária reforma) confirmou que o requerimento foi feito pelo MP-RJ, mas ainda não se manifestou.

O pedido é assinado pela promotora Glícia Pessanha Crispim, da 4ª Promotoria de Justiça. Segundo ela, o laudo atual não atende aos padrões exigidos pelo ministério do Esporte. A assessoria de imprensa do MP-RJ não informou mais detalhes do requerimento.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMaracanã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.