Divulgação
Divulgação

Ministério Público se posiciona contrário a jogos do Carioca no Mané Garrincha

Recomendação é para que não promovam a realização de qualquer evento no local, mesmo com portões fechados

Redação, Estadao Conteudo

05 de maio de 2020 | 18h46

A possibilidade de jogos do Campeonato Carioca serem realizados em Brasília diminuiu nesta terça-feira. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recomendou à Secretaria de Esporte e Lazer e à Arena BSB, concessionária do Mané Garrincha, que "não promovam a realização de qualquer evento", mesmo com portões fechados.

O MPDFT ainda recomendou que qualquer negociação para realizar um evento seja descontinuado e citou especificamente o "interesse da Arena BSB em oferecer o Estádio Nacional Mané Garrincha à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro".

"Ao Secretário de Esporte e Lazer do Distrito Federal, Leandro Cruz Fróes da Silva, e ao Presidente da Concessionária Arena BSB, Richard Dubois, que não promovam (ou não deem seguimento a qualquer tratativa) a realização de qualquer evento, esportivo ou não, que leve à aglomeração de pessoas, ainda que com portões fechados, no Estádio Nacional Mané Garrincha", diz o comunicado.

Outra recomendação foi para a Federação de Futebol do Distrito Federal Brasiliense de Futebol (FFDF), para "que mantenha a suspensão de qualquer campeonato ou disputa organizada por esta entidade, bem como o treinamento nas arenas esportivas".

Na última semana, o presidente da FFDF, Daniel Vasconcelos, já havia afirmado que seguiria as orientações das autoridades. Em nota divulgada nesta terça-feira, a entidade reafirmou que irá seguir as orientações.

No final de semana passado, o governo do Distrito Federal prorrogou o período de restrição de eventos com aglomeração de pessoas para 10 de maio. O Distrito Federal está com 1.818 casos confirmados do novo coronavírus e 33 mortes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.