Juan Karita/AP
Juan Karita/AP

Ministro Aldo Rebelo pede punição a torcedor responsável por morte

'Os responsáveis por esse episódio e por outros têm de pagar', diz ministro do Esporte

Eduardo Bresciani, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 13h17

BRASÍLIA - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, defendeu punição para os responsáveis pela morte de um torcedor do San José de 14 anos durante o jogo de estreia do Corinthians pela Libertadores, em Oruro, na Bolívia, na última quarta-feira. Para ele, apenas a certeza de punição pode reduzir a ocorrência de episódios como esse. O garoto boliviano morreu após ser atingido por um sinalizador que, segundo a polícia, partiu da torcida do time brasileiro.

"É lamentável que em uma festa do futebol um torcedor, seja ele brasileiro ou boliviano, seja vitima de violência. Isso é inaceitável. Os responsáveis por esse episódio e por outros têm de pagar", disse o ministro. "A certeza da punição certamente reduzirá a ousadia dos que praticam esse tipo de ato. O futebol não é para isso", completou.

O ministro não quis comentar a possibilidade de eliminação do Corinthians da competição, dizendo ser necessário esperar as investigações. A polícia boliviana comanda as apurações e prendeu 12 torcedores brasileiros, que seguem detidos em Oruro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansAldo Rebelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.