Ministro alemão insiste em usar Exército na Copa

O Ministro do Interior da Alemanha, Wolfgang Schaeuble, voltou a defender nesta segunda-feira a utilização do Exército durante a da Copa do Mundo. Segundo ele, o fato de não haver uma ameaça concreta de terrorismo não garante a segurança no país durante o torneio, já que não se vê uma evolução positiva nos conflitos internacionais."As forças armadas são necessárias perante situações especiais de segurança ou em atos de terrorismo", explicou Schaeuble, em reunião com integrantes do governo.Apesar de defender a utilização do Exército, o ministro lembrou que não há indícios de atentado terrorista contra a Alemanha. Além disso, Schaeuble citou a última mensagem divulgada pela rede terrorista de Osama Bin Laden, que colocava a Alemanha dentro do grupo de "baixa ameaça".Outro ponto que também preocupa o ministro são os mais de 10,5 mil torcedores registrados como violentos pela polícia alemã. A intenção do governo é de evitar que esses torcedores se aproximem dos estádios nos horários de jogos. Se necessário, o governo pretende prendê-los temporariamente.A Copa do Mundo começa no próximo dia 9 de junho, com o jogo entre Alemanha e Costa Rica. O Brasil estréia no dia 13 de junho, contra a Croácia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.