Ministro recebe torcida em invasão mexicana a Fortaleza

Cerca de 4 mil mexicanos passaram pelo porto da cidade nesta segunda-feira, e foram recebidos com festa pelos cearenses

Paulo Favero - Enviado especial a Fortaleza, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2014 | 12h25

O porto de Fortaleza, cidade que abrigará o duelo entre Brasil e México, nesta terça-feira, no Castelão, esteve bastante movimentado na manhã desta segunda. Contando entrada e saída de passageiros, quase 4 mil mexicanos passaram pelo navio MSC Divina, que está fazendo um cruzeiro pela costa brasileira e tem incluído em seu roteiro de viagem a ida a alguns jogos da Copa do Mundo.

Até o ministro da Secretaria Especial dos Portos, Antonio Henrique Silveira, apareceu para recepcionar os mexicanos e também conferir a reforma do porto local, que consumirá R$ 205 milhões (cerca de 93% das obras estão concluídas). "Queremos que o Brasil seja parada obrigatória de cruzeiros internacionais. O porto de Fortaleza ficou muito bonito", afirmou.

Os torcedores foram recebidos com festa na capital cearense. Tinha banda de forró pé de serra, pequeno grupo carnavalesco e apresentação de quadrilhas de São João em época de festa junina. "Está tudo muito bonito, as pessoas são amáveis aqui no Brasil", disse o garoto José Elizondo.

"Chegamos agora ao Brasil, foi uma viagem longa e cansativa, mas eu nem dormi de tanta ansiedade", contou a mexicana Isabel Molina. "Acho que vai ser 2 a 1 para nós", complementou, citando um placar com o qual outros torcedores concordam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.