Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Mino Raiola, agente de Ibra, Haaland e Pogba, ironiza notícia de morte: ‘Segunda vez que me matam’

Falecimento do empresário, um dos mais influentes do mundo da bola, foi veiculada por diversos sites de notícias na manhã desta quinta-feira; estado de saúde, porém, é 'grave'

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2022 | 11h44

O empresário Mino Raiola, um dos mais poderosos e influentes do mundo do futebol, usou as redes sociais nesta quinta-feira, 28, para desmentir a notícia de que teria morrido. Pela manhã, diversos sites de notícias informaram que o agente de 54 anos teria falecido no hospital San Raffaele, na Itália, o que foi negado também pela direção da unidade de saúde. 

"Atual estado de saúde para aqueles que estão curiosos: chateado pela segunda vez que me matam em quatro meses. Aparentemente eles também são capazes de me ressuscitar", escreveu Raiola nas redes. 

Apesar da mensagem de desabafo, a situação clínica de Mino Raiola não é das mais favoráveis. Segundo a agência ANSA, o médico Alberto Zangrillo, chefe da UTI onde o agente está internado, seu atual quadro de saúde é "grave". Ele já havia sido internado em janeiro por conta de uma infecção causada pela covid-19. 

Radicado na Holanda, Raiola trabalhou em uma pizzaria da família antes de largar o negócio para ser conhecido como um dos principais agentes de estrelas do futebol internacional. Nomes comos os de Zlatan Ibrahimovic (Milan), Erling Haaland (Borussia Dortmund), Paul Pogba (Manchester United), Gianluigi Donnarumma (PSG), Marco Verratti (PSG) e Matthijs De Ligt (Juventus) estão no rol de atletas representados pelo empresário. 

Segundo a Forbes, Mino Raiola está entre os cinco empresários que mais faturam no mundo da bola, com um patrimônio líquido de US$ 84,7 milhões (R$ 426 milhões na cotação atual). Este número pode aumentar ainda mais no meio do ano. Isso porque diversos diários esportivos dão como certa a ida de Haaland para o Manchester City. A multa do atacante norueguês de 21 anos é de 63 milhões de libras (R$ 380 milhões).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMino Raiola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.