André Lessa/AE
André Lessa/AE

Miranda deixa São Paulo e vai para o Atlético de Madrid

Jogador assinou contrato de 3 anos com time espanhol, mas fica no clube do Morumbi até junho

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2011 | 13h35

O zagueiro Miranda, do São Paulo, confirmou nesta sexta-feira que acertou a sua transferência para o Atlético de Madrid. O jogador assinou contrato de três anos com a equipe espanhola e irá jogar pelo seu novo clube depois do término do seu compromisso com o time do Morumbi, que expira em 30 de junho.

Veja também:

linkCondição física definirá escalação do São Paulo

Com isso, Miranda viverá a sua segunda aventura no futebol europeu, depois de uma rápida passagem pelo modesto Sochaux, da França, em 2005. "Sempre sonhei em voltar à Europa, mas para uma equipe de maior expressão. Acertei com o Atlético de Madrid porque, além de ser um excelente contrato, é uma grande oportunidade para mim e para minha família", justificou Miranda, em declaração enviada por sua assessoria.

O defensor chegou ao São Paulo em 2006 com a dura missão de preencher a lacuna deixada pelo ídolo Lugano, que foi para o futebol turco. E, com boas atuações, se tornou ídolo no clube e ganhou os Campeonatos Brasileiros de 2006, 2007 e 2008.

Agora, Miranda deixa o São Paulo após o clube segurá-lo em outras oportunidades. O time, porém, chegou a receber - e aceitar - uma proposta de US$ 20 milhões (cerca de R$ 33 milhões) feita pelo Wolfsburg, da Alemanha, mas o atleta preferiu ficar no São Paulo com a esperança de disputar a Copa do Mundo de 2010 e ficar ainda mais valorizado. Entretanto, o técnico Dunga acabou deixando o atleta fora da lista final de convocados para o Mundial.

Com o mercado europeu fechado após a Copa, Miranda negociou a renovação do seu contrato com o São Paulo, mas os valores oferecidos pelo clube não agradaram ao zagueiro, que depois acabou seduzido pela proposta feita pelo Atlético de Madrid.

"Conversei pessoalmente com o presidente (do São Paulo) Juvenal Juvêncio e ele me agradeceu pelo que fiz aqui, me desejou muita sorte e disse que as portas sempre estarão abertas. São estes sentimentos de amizade e de dever cumprido que vou levar daqui", enfatizou Miranda, que em seguida prometeu que não irá se acomodar neste primeiro semestre, apesar de já ter sido negociado com o time espanhol. "Devo muito ao São Paulo e o torcedor pode ter certeza que minha dedicação e vontade nestes seis últimos meses serão as mesmas que marcaram a minha carreira até hoje."

Por não ter conseguido renovar o contrato de Miranda em outras oportunidades, o São Paulo vai perder o jogador sem receber nada. No começo do ano passado, por exemplo, o defensor pediu para reformar o seu compromisso com o clube, pedindo um aumento salarial, mas não teve o seu desejo atendido pela diretoria são-paulina, que agora terá de buscar a contratação de um novo zagueiro de peso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.