Miranda está fora do clássico contra o Palmeiras

Zagueiro machuca o joelho esquerdo na partida contra o Náutico; tempo de recuperação não está definido

Marcius Azevedo, Jornal da Tarde

10 de julho de 2008 | 19h25

O zagueiro Miranda entrou no saguão do Aeroporto de Cumbica, nesta quinta-feira, andando com dificuldade sem o auxílio de muletas. Não será o suficiente para estar em campo no domingo contra o Palmeiras, mas serviu para animar um pouco o departamento médico do São Paulo.   Veja também: Após derrota, clássico vira decisão para o São Paulo   Após o lance no qual Miranda torceu o joelho esquerdo, ainda no primeiro tempo na derrota para o Náutico, quarta-feira, no Recife, o prognóstico mais provável era de que seria necessária uma cirurgia. Nesta quinta, o quadro mudou um pouco.   "Assim que ele deixou o campo, começamos um trabalho intensivo de recuperação, com gelo e eletroterapia. Fizemos tratamento de madrugada no hotel e também aproveitamos para continuar no avião. Melhorou bastante, não está muito inchado", afirmou o médico do São Paulo, Auro Rayel.   Apesar do otimismo, ele não quis fazer uma previsão sobre o tempo de recuperação. Segundo Rayel, só será possível saber a gravidade da lesão depois do exame de ressonância magnética que será realizado nesta sexta.   "O quadro evoluiu, pode ser que não precise de cirurgia. Mas só poderemos ter certeza quando tivermos o resultado do exame de imagem. Aí poderemos falar com mais certeza."   ESPERANÇA Apesar de vetado pelos médicos, Miranda desembarcou sem demonstrar muito abatimento com a lesão e falou até que gostaria de disputar o clássico. A afirmação é encarada como positiva, já que, logo após o jogo, o médico estava preocupado com uma possível ruptura dos ligamentos .   "Eu dei o carrinho na bola, mas, infelizmente, enrosquei o joelho no buraco do gramado", explicou o zagueiro. "Ainda não dá para falar nada."   Sem Miranda, Muricy Ramalho terá pelo menos o retorno de Alex Silva, que cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo em Recife. O treinador poderá montar a zaga com Alex Silva, André Dias e ainda Juninho. O volante Zé Luís é opção para jogar improvisado. Richarlyson, que estaria suspenso, não recebeu o terceiro amarelo e pode jogar.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCMiranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.