Winslow Towson/USA Today Sports
Winslow Towson/USA Today Sports

Miranda minimiza lesão e diz que seleção 'chega bem' para Eliminatórias

Zagueiro deixou o campo aos 20 minutos do primeiro tempo

Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2015 | 11h08

Ainda não houve tempo para uma avaliação mais detalhada, mas o zagueiro Miranda minimizou as preocupações com a lesão que forçou a sua saída logo aos 20 minutos do primeiro tempo da vitória do Brasil por 4 a 1 sobre os Estados Unidos, em amistoso disputado na última terça-feira, em Foxborough. O jogador da Inter de Milão acredita que o problema não o impedirá de estar presente na próxima lista de convocados da seleção.

"Infelizmente tive um golpe ali, não sei a gravidade da lesão, mas a princípio, pelo que me falaram, é um uma lesão no (ligamento) colateral medial (do joelho). Agora é recuperar e trabalhar bem no clube para estar pronto para a próxima", disse.

Titular absoluto, Miranda fez uma avaliação positiva do desempenho da seleção nos últimos amistosos - também derrotou a Costa Rica por 1 a 0 no último sábado. Para ele, o desempenho mostrou que o Brasil chega bem preparado para as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

"O Brasil mostrou que está em evolução depois dessa Copa América. Com toda a desconfiança, veio aqui e demonstrou um bom futebol. E demonstrou que vamos chegar bem nas Eliminatórias", afirmou, ao SporTV, o jogador da Inter de Milão.

Após os amistosos nos Estados Unidos, a seleção voltará a se reunir em outubro para os dois primeiros compromissos nas Eliminatórias. A equipe vai estrear diante do Chile, fora de casa, no dia 8, e depois receberá a Venezuela, no dia 13, no Castelão, em Fortaleza.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraMiranda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.