Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Miranda se incomoda com má fase do São Paulo: 'Deveríamos brigar na parte de cima'

Equipe tricolor acumulou quarto empate consecutivo ao ficar no 1 a 1 com o Santos no Morumbi

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2021 | 21h24

O zagueiro Miranda já se acostumou a dar entrevistas para falar sobre a má fase do São Paulo. Nesta quinta-feira, o defensor, uma das referências do elenco, admitiu incômodo com a incapacidade de a equipe deslanchar no Brasileirão. O time do pressionado Hernán Crespo empatou com o Santos em 1 a 1 e acumulou a quarta igualdade seguida na competição. Nem a presença da torcida, mesmo tímida, ajudou o time tricolor a reagir.

"Nosso papel é fazer o máximo, cada um se concentrar ainda mais, e buscar as vitórias. A gente se sente incomodado com essa situação. Um time como o São Paulo tem que brigar na parte de cima, mas infelizmente não é isso que está acontecendo", relatou Miranda.

O São Paulo continua sob pressão e sem conseguir abrir distância da zona de rebaixamento do Brasileirão. Tem 29 pontos e caiu para o 14º lugar. São seis pontos de diferença para o Grêmio, que abre o grupo dos quatro piores colocados.

"Não era o que a gente queria. A equipe lutou, tentou, mas infelizmente, mais uma vez, o resultado não aconteceu. Vamos continuar trabalhando forte em busca da vitória", disse Miranda na saída do gramado. 

Miranda foi um dos atletas mais festejados pela torcida antes e durante o clássico. Pouco mais de 5 mil torcedores viram das arquibancadas o empate no duelo válido pela 24ª rodada que não ajuda o São Paulo.

Na próxima segunda-feira, o São Paulo, ainda com a missão de se livrar do perigo do rebaixamento, enfrenta o Cuiabá, às 20 horas, na Arena Pantanal. O jogo encerrará a 25ª rodada.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.