Mirassol quer manter fama de visitante indesejável

Equipe pega o Bragantino fora de casa; também jogam Paulista x Guaratinguetá e Noroeste x Portuguesa

O Estado de S. Paulo,

31 de janeiro de 2009 | 21h26

SÃO PAULO - Empolgado com o resultado de sua última partida, o Mirassol quer voltar a ser um visitante indesejável neste domingo. Depois de garantir o empate por 1 a 1 contra o Santos, na Vila Belmiro, com um gol marcado no último minuto de jogo, a equipe de Mirassol vai em busca da vitória contra o Bragantino, em partida marcada para o Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, às 19h10.Veja também: Paulistão 2009 - Tabela e classificaçãoConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão O técnico Roberval Davino não deve promover mudanças no Mirassol para o duelo desta noite, já que a equipe conta com a aprovação da comissão técnica após o bom resultado na Baixada. O Bragantino, por sua vez, vê com alívio o fim de uma maratona de "clássicos". Nas últimas duas rodadas enfrentou Corinthians e Portuguesa - perdeu ambos os jogos (o primeiro em casa; o segundo, no Canindé) por 1 a 0.O Guaratinguetá, longe de repetir a boa atuação no Campeonato Paulista passado, quando chegou às semifinais do torneio, vai a Jundiaí, onde enfrentará o Paulista, às 19h10, no Estádio Jaime Cintra. A equipe do Vale do Paraíba, com apenas dois pontos conquistados em três partidas, está muito próxima da zona de rebaixamento e ainda busca sua primeira vitória no Estadual. Tanto que o técnico Argel Fucks sequer definiu o time que atuará hoje, já que pretende fazer várias mudanças.O Paulista não vive situação melhor. Em três rodadas disputadas, ganhou apenas uma vez - justamente na estreia, quando venceu o Noroeste por 2 a 0. O técnico Luís Carlos Ferreira já balança no cargo.JOGO CEDOA rodada deste domingo do Campeonato Paulista terá sua abertura às 11 horas, quando o Noroeste receberá a Portuguesa. O time de Bauru luta para deixar a lanterna do torneio e a equipe paulistana busca a segunda vitória consecutiva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.