Divulgação/ Mirassol
Divulgação/ Mirassol

Mirassol vence Oeste e se consolida na zona de classificação às quartas de final

Equipe derrotou o rival por 1 a 0 e chegou a 15 jogos sem perder em casa

Redação, Estadao Conteudo

02 de março de 2020 | 22h43

O Mirassol deu belo passe rumo à classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista ao derrotar o Oeste por 1 a 0, em partida realizada nesta segunda-feira, no estádio José Maria de Campos Maia, no fechamento da oitava rodada. O time chegou a 15 jogos sem perder em casa.

Com o resultado, o Mirassol se firmou na segunda posição do Grupo C, com 13 pontos, dois a menos do que o líder São Paulo. Inter de Limeira e Ituano somam nove. Já o Oeste segue na zona de rebaixamento, na última posição na classificação geral. O time de Barueri é o lanterna também do Grupo A, com quatro pontos. A primeira equipe fora da zona de rebaixamento é a Ponte Preta, com sete.

Buscando se firmar ainda mais dentro da zona de classificação, o Mirassol aproveitou o fator casa para pressionar o Oeste desde o início e obteve o resultado esperado. Logo no minuto inicial, Matheus Rocha avançou pela direita e chutou para abrir o placar. A bola desviou em Renan Fonseca antes de parar no fundo das redes pelo alto.

Após o gol, o jogo se transformou em ataque contra a defesa. O Oeste não conseguiu se encontrar em campo e apenas assistiu o Mirassol atuar. O placar só não foi mais elástico na primeira etapa, pois Caíque França fez duas grandes defesas, em finalizações de Luiz Otávio e Chico, este cabeceou à queima-roupa.

O Oeste criou apenas uma oportunidade de marcar, em jogada de bola parada. Em cobrança de escanteio de Mazinho, a bola desviou na primeira trave e sobrou para Eder Sciola, que se esticou todo, mas não conseguiu empurrar para o gol.

No segundo tempo, o Mirassol administrou o resultado, se expôs menos e fez o necessário para sair com os três pontos. No entanto, não deixou de ameaçar como no chute de Neto Moura. Ele buscou o ângulo, mas jogou rente à trave.

O Oeste saiu um pouco mais, chegou a ameaçar o Mirassol, mas a melhor chance foi em jogada com Matheus Oliveira. O meia recebeu de Mazinho, invadiu a área e chutou para defesa de Kewin, que salvou o time da casa de sofrer o empate. Nos contra-ataques, o Mirassol também teve chances de ampliar, mas pecou nos arremates finais.

Na próxima rodada, o Oeste enfrenta o Santo André no sábado, às 15 horas, no estádio Bruno José Daniel. No mesmo dia, às 19h30, o Mirassol visita o Santos, na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 1 X 0 OESTE

MIRASSOL - Kewin; Daniel Borges, Luiz Otávio, Reniê e Ernandes; Luís Oyama, Neto Moura (André Castro) e Camilo; Matheus Rocha (Maranhão), Rafaael Silva (Dellatorre) e Chico. Técnico: Ricardo Catalã.

OESTE - Caíque França; Éder Sciola, Sidimar, Renan Fonseca e Ayson; Betinho, Wallace Bonilha (Rael) e Mazinho; Roberto (Matheus Oliveira), Bruno Paraíba e De Paula (João Paulo). Técnico: Renan Freitas.

GOL - Matheus Rocha, a 1 minuto do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Lucas Canetto Bellote.

CARTÕES AMARELOS - João Paulo e Rael (Oeste).

RENDA - R$ 53.164,00.

PÚBLICO - 4.053 torcedores.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.