Missão de Paquetá é tornar Sub-20 ofensiva

O técnico da seleção brasileira sub-20, Marcos Paquetá, confirma na segunda-feira o time que enfrentará a Eslováquia, na terça-feira, pelas oitavas-de-final do Campeonato Mundial da categoria, disputado nos Emirados Árabes. A principal mudança deve ser a entrada do atacante Dagoberto no lugar de Kléber. Adriano e Carlos Alberto devem voltar a ser titulares, escalados na lateral-esquerda e meio-de-campo, respectivamente.Dagoberto, apontado por Paquetá como um jogador diferenciado, por sua qualidade técnica, recuperou-se de uma contusão no tornozelo direito e tem condições físicas de iniciar a partida. O baixo rendimento do ataque da seleção, que tem desperdiçado várias oportunidades, é uma motivação a mais para a volta do craque.Paquetá não gostou do desempenho do lateral-direito Coelho, que atuou improvisado na esquerda e teve dificuldades para apoiar o ataque. Por isso, sua intenção de tornar a seleção mais ofensiva não obteve resultados e Adriano novamente será a opção do treinador.No meio-de-campo, Carlos Alberto deve entrar na vaga de Jardel. Mas, a surpresa de Paquetá pode ser a opção de Dagoberto no lugar de Jardel. Com isso, seria mantido o trio de atacantes Nilmar, Daniel Carvalho e Kléber, sendo que este último atuaria mais recuado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.