Misso não aparece; Fábio Jr. vai sair

Enquanto os reforços do palmeiras eram anunciados, o time contabilizava pelo menos três baixas hoje. A primeira, por causa de uma confusão da diretoria palmeirense. O lateral-esquerdo Misso, que foi anunciado como reforço na terça-feira pelo diretor de Futebol, Sebastião Lapola, não compareceu. Américo Faria, com quem Lapola divide as funções, negou que o jogador estivesse contratado, para constrangimento de seu colega, que estava ao lado do dirigente. "Ainda não houve acerto", disse Faria. Já o volante Claudecir fraturou a tíbia esquerda e ficará afastado do futebol por cerca de quatro meses. O jogador se contundiu no treino de terça-feira. Segundo o médico Marcelo Saragiotto, a fratura não foi por estresse, conforme havia se suposto. Já o atacante Fábio Júnior deverá rescindir seu contrato com o clube do Parque Antártica. O empresário do jogador, Adélson Duarte, disse que a Fifa deverá homologar na sexta-feira a punição de um ano imposta pela Federação Italiana por causa de utilização de passaporte falso. O empresário garantiu que tanto ele quanto o jogador são inocentes. "Vou provar que ele foi enganado por pessoas ligadas à Roma", prometeu Duarte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.