Mistão do Santos agrada até o técnico Leão

O time misto do Santos deixa o técnico Leão satisfeito com o bom desempenho no Campeonato Brasileiro. Com as ausências de vários titulares, a equipe vem somando pontos (está com 37) e não permite que os líderes da competição se distanciem na tabela.Leão não conta com Alex, Paulo Almeida, Diego e Robinho, todos na seleção sub-23. E ainda Fábio Costa e Fabiano, suspensos por indisciplina. Os reservas foram chamados e vão dando conta do recado.Os números comprovam.O ?Santos meia-boca? já atuou em seis oportunidades neste campeonato.Portanto, disputou 18 pontos, conquistando 13. Conseguiu quatro vitórias, um empate e uma derrota. "Acho que o grupo tem espírito batalhador", disse Leão, neste domingo . "Sabemos que existem limitações, mas trabalhamos muito", prosseguiu. A equipe de Leão fez 14 gols nos últimos seis jogos (quase dois gols e meio por partida) e sofreu seis. O termo meia-boca ganhou uma versão bem-humorada de Leão. "Pode ser meia-boca, já que a fome do adolescente é grande e eles produzem bastante para saciá-la".O técnico comanda treinamentos deste segunda-feira em dois períodos. Ele começa a definir o time que jogará quarta-feira contra o Goiás, na Vila Belmiro. Para esse jogo, mais problemas.O volante Daniel foi expulso diante do Fluminense e cumprirá suspensão automática. O outro volante, Alexandre, se machucou nessa mesma partida e está fora. "Ele teve uma contusão no músculo posterior da coxa esquerda e não tem condições", informou o técnico. "Não sei ainda como vou escalar o time". Outro que não poderá jogar é o meio-campista Elano, que foi punido com três cartões amarelos. Mas Leão poderá optar por Reginaldo Araújo na lateral-direita. O jogador cumpriu suspensão e ganhou condições para atuar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.