Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mistão do São Caetano ainda indefinido

O técnico Muricy Ramalho, do São Caetano, já avisou que vai mesmo poupar vários jogadores contra o Figueirense, domingo à tarde, em Florianópolis, pelo Campeonato Brasileiro. Tudo por causa do confronto pela Taça Libertadores, diante do Boca Juniores, nos dias 19 e 25 de maio. Mas mesmo após o treino tático realizado nesta sexta-feira à tarde no estádio Anacleto Campanella, ele não quis confirmar as mudanças. Talvez ele confirme estas mudanças após o treino recreativo previsto para este sábado cedo. Em princípio, devem ser poupados um ou dois jogadores por setor. Só mesmo uma mudança está confirmada. O goleiro Sílvio Luiz, com entorse no tornozelo, está vetado. Em seu lugar vai entrar Luiz, um dos reservas e que faz revezamento no banco com Fabiano. Na defesa, Anderson Lima e Dininho devem ficar de fora, com as entradas de Thiago e Fábio Santos. No meio campo, o volante Mineiro pode ceder sua vaga para Marco Aurélio. No ataque, Fabrício Carvalho pode dar sua vaga para Somália, enquanto Euller e Warley brigam pela outra vaga. "Quem entrar, com certeza, vai dar conta do recado. Isso eu acredito, porque eles já vêm mostrando capacidade nos últimos jogos", explicou Muricy. Ele voltou a lembrar a necessidade de poupar os jogadores para suportar o ritmo de jogos. Na próxima quarta -feira, pelas quartas-de-final, o Azulão vai enfrentar o Boca Juniors, no ABC, e o jogo de volta acontecerá dia 25, em Buenos Aires. O time argentino é o atual campeão da Taça Libertadores e do Mundial Interclubes. "Serão dois jogos difíceis. Mas temos condições de continuar brigando pelo título", diz o técnico, que parece ter entrado na "onda" dos jogadores, mais preocupados com a competição sul-americana do que com o Campeonato Brasileiro. A situação do time no Brasileirão é boa, porque soma oito pontos em quarto jogos, um a menos do que a maioria dos concorrentes devido ao adiamento do jogo diante do Juventude. Por enquanto, ocupa a oitava posição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.