Mistão do São Paulo derrota o Botafogo

Foi melhor do que o torcedor esperava. Mesmo com vários reservas e estreantes em campo, o São Paulo derrotou o líder Botafogo por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi - gol de Paulo Mattos, que fez seu primeiro jogo como profissional -, e ganha ânimo extra para o jogo contra o River Plate, da Argentina, quarta-feira, pelas semifinais da Taça Libertadores. O resultado leva o time paulista para o 10.º lugar do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos. Os cariocas seguem na ponta da tabela, com 18 pontos.Mesmo sem Júnior, Mineiro, Danilo e Luizão, poupados para o duelo diante dos argentinos, o São Paulo foi melhor. O problema é que apesar de envolver a defesa rival, o ataque paulista falhou muito nas finalizações. Souza teve a primeira chance, aos seis minutos, mas bateu em cima de Jéfferson.A equipe de Paulo Autuori concentrou as jogadas ofensivas pela esquerda, com o estreante Hernanes. Michel ainda mostrou timidez - foi substituído, no intervalo, por Marco Antônio, que, por falta de sorte, se lesionou e, com apenas seis minutos, foi trocado por Alê.Em nenhum momento o Botafogo mostrou futebol de líder e viveu de contra-ataques esporádicos. Tanto que Rogério Ceni demorou meia hora para fazer a primeira defesa, no chute de Alex Alves. Diante da morosidade dos cariocas, os zagueiros são-paulinos foram para frente. Fabão chutou forte, de longe, e obrigou Jéfferson a ótima defesa. A três minutos do intervalo, Davi tabelou com Roger, mas o ex-atacante da Ponte Preta bateu em cima do goleiro.Hernandes continuou como principal opção ofensiva do São Paulo na etapa final. Aos 10 minutos, avançou, bateu com força e Jéfferson se esforçou para defender.Apesar de o Botafogo voltou com mais um zagueiro - Emerson, no lugar de Leandro Carvalho -, o São Paulo seguiu criando chances. Aos 21, Roger foi lançado, mas Jefferson saiu e evitou o gol.A pressão deu resultado aos 32 minutos. Souza fez excelente jogada e, no cruzamento, Paulo Mattos - que havia entrado 13 minutos antes - bateu cruzado, e deu a vitória ao São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.