Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mistério envolve clássico paranaense

Apesar de não estarem disputando asprimeiras colocações do Campeonato Brasileiro, Paraná Clube (22ºcolocado) e Coritiba (11º colocado), encaram com muita seriedadeo clássico regional que será disputado neste sábado, às 20h30,no Estádio Pinheirão, em Curitiba. Em razão disso os doistécnicos fazem mistério sobre as escalações. Afinal, o Paranápoderá sair, depois de várias rodadas, da zona de rebaixamento,enquanto o Coritiba ainda espera conseguir pontos para lutar poruma vaga na Copa Libertadores da América. O técnico do Paraná Clube, Paulo Campos, não permitiu apresença de jornalistas e torcedores no treino realizado nestasexta-feira. "É um clássico e não vou facilitar a vida deles",justificou. Campos tem dois problemas para escalar o time, emrazão das expulsões do meia Messias e do atacante Marcel. No lugar do primeiro, Beto é o mais cotado. Já parasubstituir Marcel há várias opções. O atacante Maranhão pode serchamado novamente e aí não haveria qualquer alteração, comotambém Marcelo Passos pode fazer a estréia e Canindé jogariamais adiantado. Na lateral-direita, João Paulo e Eto disputam aposição. O técnico do Coritiba, Antônio Lopes, não chegou a fazertreino secreto, mas também não divulgou o time. Ele não poderácontar com o atacante Aristizábal, que cumpre suspensão. Em seulugar poderá entrar Reginaldo Vital, reforçando-se omeio-de-campo, ou continuar com o esquema de três atacantes,colocando André Nunes. Isto se Tuta recuperar-se de uma contusão. Nestasexta-feira ele não participou dos trabalhos e permaneceufazendo tratamento de uma lesão no ligamento externo do joelho.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2004 | 17h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.