Yuri Kadobnov/AFP
Yuri Kadobnov/AFP

Misterioso desde chegada a Moscou, Irã venceu jogo que 'ninguém viu' nesta sexta

Seleção do experiente técnico português Carlos Queiroz venceu nesta sexta-feira por 1 a 0 o amistoso disputado contra a Lituânia

Glauco de Pierri e Gonçalo Junior, Estadão Conteúdo

08 Junho 2018 | 15h02

Quase ninguém viu, mas a bola já rolou na capital da Rússia antes mesmo de a Copa do Mundo começar. De fininho, quase despercebida, a seleção do Irã, do experiente técnico português Carlos Queiroz venceu nesta sexta-feira por 1 a 0 o amistoso disputado contra a Lituânia na Arena Otkrytie, estádio que receberá o terceiro jogo do Brasil na fase de grupos do Mundial, no dia 27 de junho, no encontro com a Sérvia.

+ Croácia vira sobre Senegal e vence último amistoso antes da Copa

+ Francês Umtiti revela alívio por renovar contrato com o Barcelona antes da Copa

+ Rivaldo diz que Neymar é um camisa 10 que pode fazer a diferença na Copa

A seleção do Oriente Médio, que disputa as Eliminatórias na Ásia e nunca avançou da fase de grupos em cinco participações, tem uma missão quase impossível na Rússia: tentar avançar para segunda fase em um grupo que ainda conta com Espanha, Portugal e Marrocos.

Pouco se viu do Irã até agora em Moscou. Desde que desembarcou na capital russa, a seleção iraniana só realizou trabalhos fechados no Centro de Treinamento do Lokomotiv, atual campeão russo. No jogo desta sexta-feira, Carlos Queiroz mandou a campo sua seleção com o atacante Sardar Azmoun como titular. Ele é uma das principais estrelas do time. Aos 23 anos, ele joga no futebol russo, no Rubin Kazan. Ele marcou 11 gols nas Eliminatórias. Outro jogador importante é o atacante do Heerenveen, da Holanda, Reza Ghoochannejhad, que realizou 19 partidas no Campeonato Holandês, na última temporada europeia.

 

O técnico Carlos Queiroz mandou a campo seu time com Alireza Beiranvand; Ehsan Haji Safi, Roozbeh Cheshmi, Milad Mohammadi e Masoud Shojaei; Morteza Pouraliganji, Omid Ebrahimi, Mehdi Taremi (Karim Ansarifard) e Alireza Jahanbakhsh; Sardar Azmoun e Ramin Rezaeian. O jogo no estádio do Spartak foi fechado para torcedores e para imprensa.

Momentos antes do jogo, a reportagem do Estado passou em frente à arena e nem parecia que em pouco tempo haveria uma partida de futebol no local. O jogo que ninguém viu terminou com a vitória iraniana por 1 a 0, gol de Karim Ansarifard, que entrou no segundo tempo e joga no Olympiacos, da Grécia, aos 43 minutos do segundo tempo.

 

Agora, o Irã só entra em campo para disputar a Copa. A seleção faz seu primeiro jogo no dia 15 de junho, às 12h (de Brasília), contra o Marrocos em São Petersburgo. No dia 20, encara a Espanha, às 15h, em Kazan, e encerra sua participação na primeira fase do Mundial da Rússia contra Portugal, no dia 25, às 15h, em Saransk - todos os horários dos jogos são os de Brasília.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.