Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Modesto defende Fernandes no Santos: 'Ele não erra passes'

Treinador garante o treinador mesmo com jejum de vitórias

O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2015 | 15h40

O empate do Santos por 2 a 2 com a Ponte Preta, na Vila Belmiro, no último sábado, fez com que a pressão em cima do trabalho do técnico Marcelo Fernandes aumentasse ainda mais, afinal de contas, o time santista completou cinco jogos sem vitórias e nos últimos três compromissos chegou a estar na frente por 2 a 1 e não conseguiu segurar o resultado positivo. Irritado, ao final da partida ele desabafou, mas o presidente Modesto Roma saiu em defesa do treinador. 

Durante a entrevista coletiva, ao ser questionado sobre a possibilidade de ser demitido, ele disse que deveriam ligar para o presidente e questioná-lo sobre o assunto. Em entrevista a Rádio Globo, o dirigente assegurou que o treinador está prestigiado e que a pressão é muito mais externa do que interna sobre seu trabalho.

“Estaria tudo bem se tivesse vencido. O time fez um bom primeiro tempo, mas não conseguiu matar o jogo quando tinha que matar”, disse o dirigente, que em seguida, ironizou as críticas de que o Santos não tem jogado bem por culpa do treinador. 

“O momento é de muita tranquilidade. Ele não deu nenhum passe errado ou perdeu gol, nem armou contra-ataque para a Ponte. Ele não é o culpado”, disse, deixando claro que está incomodado com o elenco. 

Embora nos bastidores é sabido que o Comitê de Gestão o pressiona para a mudança de comando, Modesto assegura que não existe pressão alguma para demitir o treinador e que, em momento algum, conversou com Guto Ferreira, técnico da Ponte Preta. 

“O Santos não sondou o treinador da Ponte, até porque seria deselegante fazer isso na véspera do nosso jogo. Não fizemos e não faremos isso”, assegurou. 


Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.